Seja bem-vindo
Arcoverde,20/04/2024

  • A +
  • A -

Célia Galindo discute sobre recursos de Educação e preocupação com inundações causadas por desmatamento

Em suas Palavras evidenciou os problemas causados por falta planejamento técnicos em obras e também a falta de comprometimento com a educação Municipal

Da Redação
Célia Galindo discute sobre recursos de Educação e preocupação com inundações causadas por desmatamento Divulgação

Na segunda-feira, dia 19/02/2024, a Câmara de Vereadores de Arcoverde realizou sua 2ª Reunião Ordinária da 1ª Sessão Legislativa da 21ª Legislatura. Durante esta sessão, a vereadora Célia Galindo fez uso da tribuna para apresentar diversas indicações e/ou requerimentos, os quais foram aprovados por unanimidade, e o vereador destinou 5 minutos do seu tempo para a vereadora Célia Galindo.

Os debates foram marcados por uma série de questões candentes, desde preocupações ambientais até críticas à gestão municipal. A vereadora trouxe à tona a preocupação histórica com desmatamentos e loteamentos sem estudos técnicos adequados, relembrando problemas antigos e buscando soluções para o presente.

Houve também reflexões sobre a gestão de prefeitos anteriores, destacando obras estruturais que marcaram época e o impacto dessas iniciativas no desenvolvimento da cidade ao longo dos anos. A construção da Galeria, realizada há mais de 50 anos, foi citada como exemplo de como governar com visão de futuro, deixando um legado para as gerações seguintes.

No entanto, a vereadora expressou preocupações atuais, especialmente relacionadas à educação. Questionou a aplicação dos recursos destinados à reforma das escolas, apontando para a deterioração das estruturas escolares e a falta de condições adequadas para alunos e professores.

Críticas à atual administração municipal não foram poupadas, com ênfase na falta de responsabilidade e humanidade em relação às necessidades da população. A vereadora questionou o paradeiro do dinheiro destinado à educação, o não cumprimento do piso salarial dos professores e a falta de estrutura nas escolas.

Ao final da sessão, o debate sobre um projeto de reajuste salarial trouxe à tona discordâncias e preocupações sobre a transparência e a gestão dos recursos públicos. Alguns vereadores expressaram desconforto com a falta de acesso prévio às informações relevantes sobre o projeto, destacando a importância da transparência e da participação dos membros do legislativo nas decisões que impactam a comunidade.

Diante das questões levantadas e da necessidade de maior clareza e discussão sobre os temas em pauta, decidiu-se adiar a votação do projeto para a próxima sessão, a fim de permitir que todos os vereadores possam analisá-lo de forma mais detalhada e tomar decisões informadas.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.