Notícias do Agreste e Sertão de Pernambuco

Colunas/OPINIÃO & POLÍTICA

Luciano vai ao sacrifício

Tentará ocupar uma cadeira na Casa Joaquim Nabuco pela terceira vez

Luciano vai ao sacrifício
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Conforme anunciado em primeira mão por este blog em, 10/12, do ano passado,  (click para ler), o Líder do atual governo na Casa James Pacheco finalmente foi ungido pré candidato a Deputado Estadual oficial da situação.  Tentará ocupar uma cadeira na Casa Joaquim Nabuco pela terceira vez, a primeira em 2006 pelo PTB, outra vez em, 2018 pelo Pros e agora novamente por um partido diferente, desta vez o Patriota 51, que no estado e em Brasília apoiam o governo Bolsonaro. Classificamos, com o devido cuidado essa sua terceira tentativa como sacrificial, não pela ausência de qualificações, disposição para o embate ou virtudes do candidato, isso ele as tem sobra, mas, tão somente pelas situações inéditas que se apresentam. O experiente e conhecedor da alma humana, Ed Carlos nos disse certa vez durante a última campanha que analisando com cuidado a impostação de voz e o gestual das pessoas, é possível saber mais sobre as suas reais intenções do que aquelas manifestas nas suas palavras. Quem viu a empolgação do atual prefeito ao fazer primeira e única declaração pública de apoio a Luciano sabe bem do que estamos tentando fazer entender. Soubemos que serão oferecidas a Luciano as mesmas condições que foram oferecidas e Ex-prefeita Madalena, que sabiamente declinou seu intento. Nesse caso em particular e para efeito de justiça, reconhecemos essa única coerência do atual prefeito, pois, segundo informações do front da última eleição, a maior quantidade de pólvora não saiu das armas do prefeito, então, se ele não queima a sua pólvora no seu próprio benefício, avalie com os outros? Dito isso, após duas tentativas anteriores, sem a carga da máquina, desprovido de  uma estrutura partidária forte e sem polpudos recursos do Fundo Eleitoral, caberá a Luciano bancar sozinho toda a sua estrutura de campanha. Então, ele vai ao sacrifício muito mais para evitar que Zeca Cavalcanti corra solto na cidade e ganhe musculatura politica novamente? Muito provavelmente. Mas, é bom que se diga que se a votação de Luciano em Arcoverde for menor que a de Zeca ou pouco maior que a do próprio Luciano na última eleição a vereador, será constrangedor não ao próprio Luciano e sim para o atual prefeito, afinal, em nossa tradição política o candidato apoiado pela gestão, quando nativo de Arcoverde sempre foi majoritário por aqui e por que agora não seria, numa gestão com quase 80% de aprovação? Mas, cabe ainda outras perguntas: será que o atual prefeito deseja mesmo a eleição de Luciano? Luciano eleito, a quem caberia a defesa do governo na Câmara Municipal? Uma vez eleito, Luciano se cacifaria a sucessão do Prefeito e uma vez cacifado teria o apoio do prefeito? Ah, mas, o prefeito já disse que não seria candidato a reeleição. É verdade. Mas também disse que enxugaria a máquina, que montaria uma equipe de governo baseada no mérito e na qualificação e finalmente: "que gostaria de devolver um pouco de tudo que Arcoverde lhe deu”, emplacando a tentativa de abocanhar 27 mil de salário por mês. Luciano é um político já bastante experiente e já deve ter feito os devidos cálculos da viabilidade deste sacrifício.

FONTE/CRÉDITOS: Djnaldo Galindo
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem. Entraremos em contato assim que possível.